A Bicicleta e Poços

É fato. É tendência mundial. Faz parte do movimento de cidades mais sustentáveis.

É visível a necessidade da adequação de Poços de Caldas neste cenário. Basta dar uma voltinha nas ruas centrais e tentar estacionar seu veículo (consegue?).

Os mais conservadores irão afirmar: “temos muitos morros, a cidade é montanhosa, é impossível algo deste tipo aqui”. Diferente da superficialidade de tais pensamentos, um Plano Cicloviário já começou a ser esboçado, por iniciativa cidadã e você pode encontrar todo o trabalho aqui: http://goo.gl/fmOEh4.

Em Curitiba-PR recentemente a “Lei da Bicicleta” foi aprovada e logo entra em vigor. Veja o texto na íntegra para entender mais sobre as mudanças propostas por lá:

“LEI Nº 14594
A CÂMARA MUNICIPAL DE CURITIBA, CAPITAL DO ESTADO DO PARANÁ, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei: Art. 1 o Fica instituída a bicicleta como modal de transporte regular de interesse social em Curitiba, determinando-se que 5% (cinco por cento) das vias urbanas serão destinadas a construção de ciclofaixas e ciclovias, em modelo funcional, interconectando o centro da cidade, integrado ao transporte coletivo.
§ 1 o A implementação das ciclofaixas e ciclovias deve atender as seguintes diretrizes: I- mão única em cada faixa, no mesmo sentido dos carros; II- obstáculos terminando 1,00m (um metro) antes e recomeçando 1,00m (um metro) depois das entradas das garagens; III- demarcação dos símbolos de bicicleta no pavimento no mesmo sentido da faixa;
§ 2 o As diretrizes contidas no parágrafo anterior não se aplicam às ciclofaixas já instaladas no Município de Curitiba.
Art. 2 o Terão espaços reservados para bicicletas, na forma de bicicletários e/ou estacionamentos: I- os terminais de transporte coletivo; II- os estabelecimentos de ensino; III- os complexos comerciais como shopping centers e supermercados; IV – praças e parques públicos.
Art. 3 o (VETADO).
Art. 4 o Esta Lei entra em vigor 90 (noventa) dias após a data da sua publicação. PALÁCIO 29 DE MARÇO, 16 de janeiro de 2015. Gustavo Bonato Fruet : Prefeito Municipal”

Outras grandes cidades no mundo já fazem o mesmo movimento. E nós, em Poços, devemos seguir estes passos ou não?

Se acha que sim, um bom começo é votar nesta petição para pressionar nossos governantes a olhar com mais carinho para a proposta.

Por: Gustavo Bonafé
31 de Março de 2015